CEASAMINAS - Centrais de Abastecimento de Minas Gerais S.A.
  Contagem, sábado, 25 de novembro de 2017.
Agroqualidade
   

 
 
Classificação é a separação  do produto em lotes homogêneos.
Utilizar a classificação da BERINJELA é unificar a linguagem do mercado e de toda a cadeia de produção.
Produtores, atacadistas, varejistas e consumidores devem usar os mesmos padrões de caracterização do produto. Só assim, obteremos transparência na comercialização, melhores preços para os produtores e consumidores, menores perdas e melhor qualidade.
 
 
 

Grupos: De acordo com a coloração da casca

 

Claras

 

Escuras

Rajadas

 

 
 

Classe ou Comprimento: De acordo com o seu tamanho longitudinal (comprimento), em centímetros (cm)

11

 

14

 

Menor que 14 cm de 14 a <17 cm
   
   

17

 

20

de 17 a < 20 cm de 20 a < 23 cm
   
   

23

 

26

 

de 23 a < 26 cm >= que 26 cm

 

 
 

Subclasse ou Diâmetro: De acordo com o maior diâmetro transversal, em centímetros (cm)

4

5

menor que 5 cm

de 5 a <6 cm

   
 

6

7

de 6 a <7cm

de 7 a <8 cm

   
 

8

9

de 8 a <9 cm

> = a 9 cm


Permite-se a mistura de berinjelas pertencentes à classes diferentes, desde que a somatória das unidades não supere a 10% (dez por cento) e pertençam à classes imediatamente superior e/ou inferior.  

Admite-se até 20% (vinte por cento) de embalagens amostradas com mistura de classes

 

 
 

Defeitos Graves: São aqueles que inviabilizam o consumo ou a comercialização do produto

Passado

 

Dano Superficial não cicatrizado

 

Podridão

 

Deformado

 

Amassado

 

Dano profundo

 

Murcho

Dano superficial cicatrizado (maior que 10% da área do fruto)
 
 

Defeitos Leves: Danos e defeitos superficiais que não inviabilizam o consumo e/ou a comercialização mas prejudicam a aparência e a qualidade do produto

Dano superficial cicatrizado (área menor que 10% da área do fruto)

Manchado


 
 

Tipo ou Categoria: De acordo com a qualidade do fruto, conforme estabelecido na Tabela 1.

 

Tabela 1 - Limites máximos de defeitos por categoria, em porcentagem (%)

Defeitos Graves (%)

Extra

Cat I

Cat II

Cat III

Podridão

0

0

0

2

Dano profundo

1

1

2

5

*Dano superficial cicatrizado

1

2

3

5

Dano superficial não cicatrizado

1

2

3

5

Murcho

1

2

3

5

Passado

1

1

1

15

Amassado

1

2

3

15

Deformado

1

2

3

20

Total Graves

2

4

6

20

Total Leves

5

8

12

35

Total Geral

5

8

12

35

* maior que 10% da área do fruto


 
 

Exemplo de Rótulo: As embalagens deverão ser rotuladas em local de fácil visualização conforme o exemplo abaixo

 
     
  Assessoria de Agroqualidade da CeasaMinas  
  agroqualidade@ceasaminas.com.br  
     
Endereços:
Unidade de Contagem
Rodovia BR-040 km 688 - Kennedy
Contagem, MG, Brasil. CEP: 32.145-900
Telefone: (31)3399-2050

Unidade de Uberlândia
Rodovia BR-050 KM 76 - Segismundo Pereira
Uberlândia, MG, Brasil. CEP: 38.408-369
Telefone: (34)3234-1277

Unidade de Juiz de Fora
Avenida Doutor Simeão de Faria, nº 2525 - Santa Cruz
Juiz de Fora, MG, Brasil. CEP: 36.088-000
Telefone: (32)3222-5460

Unidade de Barbacena
Rodovia BR-040, km 698 - Caiçara
Barbacena, MG, Brasil. CEP: 36.204-666
Telefone: (32)3331-6242

Unidade de Caratinga
Rodovia BR 116, Km 529 - Nossa Senhora das Graças
Caratinga, MG, Brasil. CEP: 35.300-970
Telefone: (33)3321-7243

Unidade de Governador Valadares
Rodovia BR 116, Km 413 - Turmalina
Governador Valadares, MG, Brasil. CEP: 35.042-060
Telefone: (33)3221-2979



Copyright © - Todos os direitos reservados - Centrais de Abastecimento de Minas Gerais S.A.
DETIN - Departamento de Tecnologia da Informação da CeasaMinas.