CEASAMINAS - Centrais de Abastecimento de Minas Gerais S.A.
  Contagem, quarta-feira, 18 de julho de 2018.

2017 foi mais favorável a consumidor de frutas e hortaliças

O ano de 2017 foi mais favorável ao consumidor de frutas e hortaliças em comparação a 2016. É o que aponta o comparativo anual elaborado pelo Departamento Técnico da CeasaMinas, segundo o qual o preço médio do grupo de hortigranjeiros no atacado do entreposto de Contagem apresentou queda de 12,4%. De modo geral, a redução foi influenciada principalmente pelas boas condições climáticas ao longo do ano, o que favoreceu o aumento da oferta. O cenário de retração econômica também contribuiu para segurar os preços.

No grupo das hortaliças, que inclui legumes e verduras, a redução média de preços foi de 19,8% em relação a 2016. Os produtos que mais influenciaram a queda foram a batata
(-50%), cujo preço médio do quilo no atacado passou de R$ 1,76 para R$ 0,88; cebola (-25,%), de R$ 1,65 para R$ 1,23/kg; tomate (-12,7%), de R$ 1,57 para R$ 1,37/kg; inhame (-29%), de R$ 2 para R$ 1,42/kg; cenoura (-24,2%), de R$ 1,49 para R$ 1,13/kg; e moranga híbrida (-19%), de R$ 1,05 para R$ 0,85/kg.

No sentido inverso, algumas hortaliças ficaram mais caras na média de 2017, com destaque para a mandioca (47,4%), a qual variou de R$ 0,76 para R$ 1,12/kg no atacado. Segundo o chefe da Seção de Informações de Mercado da CeasaMinas, Ricardo Fernandes Martins, a alta foi resultado sobretudo da queda de 10,8% na quantidade ofertada no mercado. Isso porque os baixos preços praticados em 2016 desestimularam muitos produtores a fazer novos plantios para o ano seguinte, levando a redução de áreas plantadas.

Outras hortaliças com aumentos de preço foram o quiabo (12,5%), cujo preço oscilou de R$ 2,63 para R$ 2,96/kg; o pimentão (28,8%), de R$ 2,85 para R$ 3,67/kg; e pepino (17,9%), de 0,95 para R$ 1,12/kg.

Frutas
No grupo das frutas, a queda do preço médio foi de 8,6%, com destaque para o mamão formosa (-34,7%), cujo preço foi de R$ 1,93 para R$ 1,26/kg; mamão havaí (-33,5%), de R$ 2,24 para R$ 1,49/kg; banana prata (-23%), de R$ 2,30 para R$ 1,77/kg; banana nanica (-16,6%), R$ 1,51 para R$ 1,26/kg; e abacaxi (-7,8%), de R$ 1,67 para R$ 1,54/kg.

Entre as frutas que apresentaram altas, estão a laranja (7,6%), de R$ 1,18 para R$ 1,27/kg; limão (2,6%), de R$ 1,94 para R$ 1,99/kg e manga, praticamente estável com variação de 0,4%, de R$ 2,30 R$ 2,31/kg.

Outros destaques que favoreceram o consumidor na média do ano passado foram o repolho, abobrinha italiana, chuchu, milho verde, uva niágara, tangerina ponkan e morango.

Para saber mais
Demais dicas de produtos, e outros dados, a exemplo do Boletim Diário de Preços, podem ser consultados no link Informações de Mercado do site da CeasaMinas.
O Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea) publicou no fim do ano passado mais uma edição de seu Anuário da Revista Hortifruti Brasil, contendo também uma análise do ano passado, bem como algumas previsões para o mercado. A íntegra do anuário está disponível em www.hfbrasil.org.br.

Outras informações:
Departamento de Comunicação CeasaMinas (31) 3399-2011/2012


Notícia de 09/01/2018.

Endereços:
Unidade de Contagem
Rodovia BR-040 km 688 - Kennedy
Contagem, MG, Brasil. CEP: 32.145-900
Telefone: (31)3399-2050

Unidade de Uberlândia
Rodovia BR-050 KM 76 - Segismundo Pereira
Uberlândia, MG, Brasil. CEP: 38.408-369
Telefone: (34)3234-1277

Unidade de Juiz de Fora
Avenida Doutor Simeão de Faria, nº 2525 - Santa Cruz
Juiz de Fora, MG, Brasil. CEP: 36.088-000
Telefone: (32)3222-5460

Unidade de Barbacena
Rodovia BR-040, km 698 - Caiçara
Barbacena, MG, Brasil. CEP: 36.204-666
Telefone: (32)3331-6242

Unidade de Caratinga
Rodovia BR 116, Km 529 - Nossa Senhora das Graças
Caratinga, MG, Brasil. CEP: 35.300-970
Telefone: (33)3321-7243

Unidade de Governador Valadares
Rodovia BR 116, Km 413 - Turmalina
Governador Valadares, MG, Brasil. CEP: 35.042-060
Telefone: (33)3221-2979



Copyright © - Todos os direitos reservados - Centrais de Abastecimento de Minas Gerais S.A.
DETIN - Departamento de Tecnologia da Informação da CeasaMinas.