CEASAMINAS - Centrais de Abastecimento de Minas Gerais S.A.
  Contagem, quarta-feira, 2 de dezembro de 2020.

Cebola mantém trajetória de quedas de preço

O preço médio da cebola tem mantido em outubro a trajetória de queda desde maio deste ano, no atacado do entreposto de Contagem da CeasaMinas. O quilo do produto, que chegou a ser negociado a R$ 3,93 em maio deste ano, fechou os primeiros vinte dias de outubro em R$ 1,67/kg. A principal causa da redução de preço é o aumento da quantidade ofertada nos últimos três meses. A boa notícia para o consumidor é que a cebola deve manter, segundo expectativas do mercado, a situação de preços menores até janeiro de 2021.

Segundo o chefe da Seção de Informações de Mercado da CeasaMinas, Ricardo Fernandes Martins, o aumento da oferta incluiu uma maior participação da cebola nacional. “De abril a junho, há tradicionalmente uma dependência grande da cebola importada, originária sobretudo da Argentina. Isso ajuda-nos a entender por que o produto tem preço maior naquela época do ano”.

Alternância de preços

Dados do Departamento Técnico da CeasaMinas revelam que há uma alternância de preços altos e baixos entre um ano e outro no mercado da cebola. Em 2016, por exemplo, o produto apresentou quedas acentuadas de preços, o que levou muitos produtores a descartar a cebola na lavoura, a fim de evitar prejuízos ainda maiores.

Em 2018, o quilo da hortaliça chegou a R$ 0,98 no atacado, o que desestimulou novos plantios para a safra seguinte. O resultado foi a redução da oferta em 2019, levando a preços em geral mais altos ao longo de todo o ano passado, quando comparados a 2018. Em agosto de 2019, por exemplo, a cebola chegou a ser comercializada a R$ 3,51/kg, frente a R$ 1,06 no mesmo mês de 2018.

Cebola aliada da saúde

Como as demais hortaliças, a cebola fornece fibras, vitaminas e sais minerais, destacando-se como fonte de selênio.

Alguns estudos mostraram que a quercetina, substância presente na cebola, tem efeitos benéficos contra muitas doenças e distúrbios, incluindo cataratas, doenças cardiovasculares e câncer de mama. Um estudo publicado em agosto de 2019 mostrou uma ligação entre a quantidade de cebola e o consumo de alho e o risco reduzido de câncer de mama.

Conservação

A cebola conserva-se por tempo prolongado, de 3 a 5 semanas, sem necessidade de refrigeração. Deve-se manter os bulbos em local seco, fresco, escuro e bem ventilado. As cebolas de sabor mais suave, ou seja, menos picante, apresentam menor durabilidade, enquanto as cebolas mais picantes e as roxas conservam-se por maior período.

A cebola picada ou ralada deve ser mantida em geladeira, envolvida por filme plástico ou em vasilha de plástico tampada, por até um dia. A vasilha a ser usada deve ter o tamanho certo para a quantidade a ser conservada; quando se utilizar filme de plástico, este deve ficar bem aderido à cebola picada.

Produtos em safra e outros dados, como o Boletim Diário de Preços, podem ser consultados pelo link Informações de Mercado do site da CeasaMinas.

*com informações da Embrapa Hortaliças

Mais informações:
Departamento de Comunicação CeasaMinas (31) 3399-2011/2035/2036

 

 


Notícia de 27/10/2020.

Endereços:
Unidade de Contagem
Rodovia BR-040 km 688 - Kennedy
Contagem, MG, Brasil. CEP: 32.145-900
Telefone: (31)3399-2050

Unidade de Uberlândia
Rodovia BR-050 KM 76 - Segismundo Pereira
Uberlândia, MG, Brasil. CEP: 38.408-369
Telefone: (34)3234-1277

Unidade de Juiz de Fora
Avenida Doutor Simeão de Faria, nº 2525 - Santa Cruz
Juiz de Fora, MG, Brasil. CEP: 36.088-000
Telefone: (32)3222-5460

Unidade de Barbacena
Rodovia BR-040, km 698 - Caiçara
Barbacena, MG, Brasil. CEP: 36.204-666
Telefone: (32)3331-6242

Unidade de Caratinga
Rodovia BR 116, Km 529 - Nossa Senhora das Graças
Caratinga, MG, Brasil. CEP: 35.300-970
Telefone: (33)3321-7243

Unidade de Governador Valadares
Rodovia BR 116, Km 413 - Turmalina
Governador Valadares, MG, Brasil. CEP: 35.042-060
Telefone: (33)3221-2979



Copyright © - Todos os direitos reservados - Centrais de Abastecimento de Minas Gerais S.A.
DETIN - Departamento de Tecnologia da Informação da CeasaMinas.